CARNAVAIS / CARNAVAL 1995

Com um desfile alegre, samba irreverente, a escola voltou aos grandes desfiles falando de uma cidade utópica habitadas pelos Índios, carnaval que provou a grandiosidade da nossa escola e como resultado o vice campeonato permitindo o retorno ao Grupo de Acesso.



LETRA DO SAMBA:

Uma chuva cósmica brilhou
Brilhou, brilhou, brilhou
Fez do xingu uma cidade irreal
E o índio vem mostrar seu carnaval
No shopping curtir o café tucano
Butterfly, linda joalheria
Tomar um chopp na tucunaré (pois é)
Vitória régia é a perfumaria

Ó, divina muambeira
Quem tem grana bota a banca
Quem ganha pouco vai comprar
Na zona franca


E no domingo de sol
Basquete, futebol, fascinação
O olímpico xingu
É uma verdadeira sensação
No perde e ganha
O confronto move a emoção
A união traz alegria
Na disco club tem a comemoração

É colorado
Hoje a festa é geral
Deu a louca no xingu
Mas que bonito ritual.