HISTÓRIA

1975 - A FUNDAÇÃO DA COLORADO DO BRÁS


O Grêmio Recreativo Escola de Samba Colorado do Brás foi fundado em 01 de outubro de 1975, em São Paulo, a partir de uma reunião entre amigos, que tinham por objetivo divulgar a cultura popular brasileira e desenvolver projetos sociais para atender a comunidade mais carente da região


Em conjunto com diversos moradores do barirro, Sr. José Preto, D. Marta, Percival, Tino e Tuia deram início à história da Colorado do Brás.


A agremiação herdou o nome de um time de futebol do qual seus fundadores participavam. Com o passar dos anos, tornou-se uma grande Escola, chegando a participar do Grupo Especial por alguns anos.


Reconhecida como Entidade de Utilidade Pública, a Escola sempre lutou para manter e ampliar os projetos sociais que desenvolvia para a comunidade, como o projeto Kinderê, que formou profissionais em várias áreas de trabalho.


__


1986 - NO GRUPO ESPECIAL


A Escola teve uma ascensão rápida, conquistando três acessos seguidos e chegando, em 1986, ao Grupo Especial. O samba de 1988 é até hoje considerado um dos melhores da história dos Carnavais de São Paulo.


DÉCADA DE 90 - O REGRESSO


Em 1991, conquistou um espaço social localizado na Rua Carlos de Campos, 840, no bairro do Pari. Essa vitória impulsionou os trabalhos e a Escola retornou ao Grupo Especial por mais dois anos (1992 e 1993).


No final da década de 90, a história de sucesso da Escola deve um declínio, reflexo de sucessivas administrações conturbadas que levaram ao encerramento dos projetos sociais e a perda da quadra.


2008 - DE ESPAÇO NOVO


Em 2008, ainda no Grupo 1, a Escola vislumbrou ares de novos tempos com a cessão de um espaço na Rua Miguel Paulo Capalbo, no mesmo bairro do Pari que passou a ser seu berço na década de 90.


Naquele espaço, a Escola pretendia retornar seus projetos sociais e, claro, retomar aos grandes desfiles, porém, o espaço foi requerido e tornou-se uma praça, deixando mais uma vez a Escola sem um local para desenvolver seu trabalho.

2011 E 2012 - DOIS ACESSOS E O RETORNO AO ANHEMBI


No carnaval de 2011, a Colorado deu o primeiro passo em direção ao seu retorno ao Anhembi, conquistando o titulo do Grupo III. Em 2012, com um belo desfile, obteve o vice-campeonato, e pôde, retornar ao Polo Cultural Grande Ótelo após de 3 carnavais.

2013 - O RETORNO AO GRUPO DE ACESSO


Depois de 10 anos, a Colorado voltou a figurar entre as principais escolas de sambas de São Paulo , retornando ao Grupo de Acesso.


2014 - COM UM BELO DESFILE, A ESCOLA SE MANTÉM NO GRUPO DE ACESSO


Em 2014, a Colorado abriu o desfile do Grupo de Acesso com um brilhante desfile, cheio de garra e emoção. A comunidade deu um show na avenida. Com 266,8 pontos, conquistou o 5º lugar e se manteve no Grupo.


2015 - ENFRENTANDO A CHUVA, A ESCOLA SUPERA SEUS LIMITES


Em um desfile marcado pela superação, a Colorado desfilou com 1.756 componentes, sendo a 2ª maior a passar pela passarela do samba. Mesmo com chuva torrencial que caiu desde a concentração, a Escola desfilou com muita garra e, apesar das dificuldades encontradas,  conseguiu repetir o 5º lugar e permanecer na disputa por uma vaga no Grupo Especial.


2016 - COLORADO DÁ UM SHOW NA AVENIDA


Um desfile repleto de alegorias grandiosas e bem acabadas, fantasias bem elaboradas, samba na boca do povo, uma bateria firme, um casal entrosado e uma comissão ousada, essa foi a Colorado na avenida em 2016, assegurando sua permanência no Grupo de Acesso do carnaval de São Paulo por mais um ano.